NOVIDADES
Loading...

MICHAEL KISKE ESTÁ COM PROBLEMAS NA VOZ E BANDA ALTERA SET-LIST


O começo da "Pumpkins United World Tour" não está sendo nada fácil para o Helloween e, principalmente, Michael Kiske. A banda foi forçada a reduzir o seu set-list e fazer alterações para poupar a voz do vocalista no próximo show, que vai ocorrer nessa segunda-feira (23), na Costa Rica. Leia o anuncio da banda:
É com muito pesar que temos que anunciar que Michael Kiske está com problemas em sua voz, causados pelas nossas cansativa viagens. Ele deu seu melhor durante os dois primeiros shows no México, mas depois de consultar um médico, ele lhe disse que sua voz precisa descansar.
Pensamos em cancelar o show de amanhã em San Jose, na Costa Rica, mas o Helloween e, especialmente, Michael não querem deixar os fãs para baixo. Sabemos que muitos de vocês esperam isso há muito tempo e fizeram muitos sacrifícios para comparecer ao nosso show!
Tendo isso em mente, decidimos reduzir o set-list para que possamos continuar a turnê.
Michael está ansioso para se apresentar para os fãs em San Jose, mas, infelizmente, sua participação dependerá de um conselho médico de amanhã.
Obrigado pela sua compreensão!


O vocalista está com gripe desde que chegou ao México, algo que se agravou com o tempo e com a realização dos dois primeiros shows. Por enquanto, o set-list será reduzido apenas no show em San Jose, na Costa Rica, mas tudo vai depender de como Michael Kiske vai se recuperar

No show realizado na noite de ontem (21), na Cidade do México, eram nítidas as dificuldades do vocalista em se apresentar. Ele chegou a dividir as vozes em "Eagle Fly Free" com Sascha Gerstner e deixou de cantar em "How Many Tears".

Esperasse que Michael retorne melhor para o show na Colômbia, no dia 25 de outubro e, se não 100%, esteja bem melhor para os shows no Brasil.

15 comentários: Leave Your Comments

  1. É melhor cancelar os Shows e esperar ele se recuperar 100%, mas esse problema também pode ser um pouco psicológico, ja que ele ficou tantos e tantos anos afastado sem ter contato com o Helloween !!!! Se recupere para o Brasil !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma vez ele disse que se subisse no palco com o Helloween de novo ele ia ficar tão abalado emocionalmente que a voz dele ia sumir. Será? rs

      Excluir
    2. Ele disse mesmo parceiro, mas não só uma vez! Em várias entrevistas ele afirmou que iria perder a voz. E Perdeu mesmo! Ele fala em várias entrevistas TB que no passado isso acontecia frequentemente, na turnê do chameleon, que foi quando o clima com Weiki estava péssimo. Demora cerca de 5 a 10 dias, e então ele estará 100%!

      Excluir
  2. Ninguém diz que tipo de problema gerou a perda na voz dele...será que é sério ou é uma gripe ?

    ResponderExcluir
  3. Aff gente... Seria muito azar mesmo, véio. Espero que ele melhore MEEESMO😥

    ResponderExcluir
  4. Pq apagaram as matérias referentes aos tais supostos playback's?

    ResponderExcluir
  5. Kiske com certeza usou playback e isso é nítido mas deve ter usado porque já estava ficando com problemas e agora dá pra ver ele cantando ao vivo realmente e como está sua voz...como ele e o helloween não querem fazer feio para os fãs pensaram em usar o playback mas todos sabem da potência vocal e ele ainda possui e ele vai vir ao Brasil com sua voz 100% para alegria de todos os fãs e gravar o DVD mais esperado.

    ResponderExcluir
  6. Michael é fantástico. Mas, Deris não fica atrás. Sua performance é sempre incrível! Enquanto Kiske se recupera, Deris pode cantar sem a necessidade de reduzir o set, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  7. Normalmente Kiske tem voz mais potente mas por outro lado o Deris tem uma presença de palco muito superior (movimentação e simpatia com o publico)

    ResponderExcluir
  8. Putz! Noticia preocupante... mesmo com todo o tempo de planejamento é o tipo da coisa que está sujeita a acontecer com todos e a qualquer tempo. Fora o componente psicológico que pode ter alguma influência. Vamos torcer para que ele se recupere o quanto antes e que essa gripe impacte o mínimo possível na turnê.

    ResponderExcluir